Perparação e Instalação de painel de alumínio composto em fachadas

Rebitar: os painéis de alumínio composto podem ser rebitados com equipamento usual. Para usos exteriores, a dilatação deve ser considerada.

Recortar contornos: pode ser cortado na medida com túpia pantográfica, serra tico-tico, fresa de mesa (CNC) e jato de água.

Serigrafia e impressão digital: textos, grafismos e cores podem ser aplicados usando técnicas de serigrafia ou equipamentos de impressão digital. Nesse caso solicite os painéis com acabamento em pintura no sistema poliéster.

Soldagem com ar quente: a soldagem por ar quente é uma ótima forma de juntar o material com excelente acabamento. O núcleo plástico e um cordão plástico de soldagem são aquecidos e soldados com uso de equipamento elétrico de solda por ar quente, provido de bico de soldagem rápida.

Vinil adesivo: para aplicação de grafismo, textos e cores usa-se vinil adesivo dos tipos mais diversos. Nesse caso solicite os painéis com acabamento em pintura no sistema poliéster.

Fresar e dobrar: ranhuras em forma de “V” ou retangulares são fresadas no lado do verso dos painéis. Não é necessária a viradeira para fazer as dobras. A forma da ranhura determina o raio da aresta. São usadas máquinas de serrar com discos de fresagem providos de discos de contato, que limitam a penetração, ou tupais com brocas especiais.

Instalação

Há inúmeras maneiras de instalar o painel de alumínio composto, dependendo da aplicação ou das necessidades dos projetos. Ainda assim, novas formas estão sempre sendo criadas.

A fachada poderá ser revestida com painéis de alumínio composto de duas formas: com juntas abertas, caracterizando-se uma fachada também conhecida como fachada ventilada; e com juntas fechadas, seladas com silicone ou outro material do gênero capaz de se adaptar às mudanças de temperatura e acompanhar as dilatações. Apresentamos, a seguir, alguns sistemas, com diferentes características para uso em arquitetura.

Sistema rebitado
Sistema econômico. Muito usado em reformas. Modulações horizontal ou vertical

Bandeja pendurada (gancho e pino)
Bastante utilizado na Europa (juntas abertas) e nos EUA (juntas seladas). Muito usado para modulação vertical

Sistema de encaixe (macho-e-fêmea)
Usado na Europa com juntas abertas. Desenvolvido para modulações horizontais. Montagem progressiva

Prensado com duplo ômega
Bastante utilizado na Europa (juntas abertas) e nos EUA (juntas seladas). Muito usado para modulação vertical

Bandeja parafusada
Sistema bastante utilizado no Brasil, com juntas seladas

Post Your Comment Here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *